Eva Torres e Bruno Goulart

Eva Torres & Bruno Goulart

Consciência, posicionamento interno, cura e liberação!

Porque a vida é boa, justa, alegre e, sim, é possível acessarmos essa plenitude!

Vem que tem mais vida! Sempre tem #mais #temmaisvida!

“Gostaríamos de dividir o mundo em dois:um que possui o direito de existir e o outro que, embora exista e atue, não possui esse direito. O primeiro denominamos bom ou saudável, salvação ou paz. O outro denominamos mau ou doente, desgraça ou guerra, ou lhe damos qualquer outro nome. O fato é que chamamos de bom ou benéfico o que é leve para nós, e de mau ou maléfico o que nos é pesado. Contudo, se olharmos com atenção, vemos que a força que faz avançar o mundo baseia-se no que chamamos de pesado ou mau. O desafio para o que é novo provém do que gostaríamos de eliminar ou excluir.

Assim, quando nos esquivamos do que é pesado, pecaminoso ou agressivo, perdemos justamente aquilo que gostaríamos de conservar: nossa vida, nossa dignidade, nossa liberdade, nossa grandeza. Somente aquele que se defronta com as forças obscuras e as aceita, permanece em contato com as próprias raízes e com as fontes de sua força. Tais pessoas não são simplesmente boas ou más. Estão em sintonia com algo maior: sua profundidade”.

__ Bert Hellinger, em “No Centro Sentimos Leveza”.

Fazer uma Constelação significa encontrar soluções para problemas específicos que se está vivendo. O trabalho revela soluções práticas, trazendo à tona aquilo que é essencial

Aplicações

Venha celebrar as diferenças e encontrar a grandeza que existe em todos e cada um de nós! Grupos abertos e Workshops todos os meses, na Trindade, em Florianópolis! Projeto de interiorização leva as Constelações Familiares para cidades de Santa Catarina. Informe-se e participe!

Melhoria das relações familiares

Melhoria das relações interpessoais nas empresas

Melhoria das relações no ambiente educacional

Blog

Depoimentos

Em Abril, celebramos 5 anos de atividades do grupo de Constelações Familiares com Evanilde Torres e Bruno Goulart, em Garopaba. Nosso encontro é mensal e nesses anos passaram por aqui muitas pessoas. Tem sempre alguém chegando. As vezes se ausentam por um tempo e depois voltam, nem que seja só para dar um abraço na Eva e no Bruno . Tem quem já partiu para outro estágio da vida e segue em nossos corações e os que estão regularmente. É sempre uma grande alegria,. Há uma integração tão grande com Eva e Bruno, que é como se eles também morassem um pouquinho em Garopaba . Só posso dizer que agora fazemos parte. Que nos sentimos nutridos, cada vez mais conscientes do nosso papel diante da vida. Através dessa entrega da Eva e do Bruno ao serviço, a cada reunião, nos sentimos convidados a esse despertar. Deixo aqui além da minha profunda gratidão por cada novo passo que damos, uma pérola do nosso encontro recente: “ Para a nossas dores, a gente tem todos recursos.”

Ecilda Gonçalves

Agenda